Diocese de Guarulhos

SÃO PAULO - BRASIL

“O Senhor fez em mim maravilhas.” (Lc 1,49)

Pesquisar
Categorias
Artigos Vocação e Seminário

É necessário “permanecer com Ele”

No encontro cativante no caminho de Emaús, os discípulos rogam ao Ressuscitado: “permanece conosco!” (Lc 24,). A permanência com o Senhor é o ponto fundamental da experiência com Jesus e fonte substancial de toda a vocação. O próprio Jesus pede aos discípulos para “permanecesse com ele” (Jo 15,4a), prometendo que “ele permaneceria em vós” (cf. Jo 15,4b).

Para bem ilustrar essa intimidade, Jesus se utiliza da figura autorreferencial da videira e, para os discípulos, a dos ramos que devem estar ligados a ele – uma vez unidos a Cristo, o fiel há de dar frutos. Incontestavelmente, tal analogia deve fazer-se aos vocacionados: quem ouve o chamado de Deus, deve estar ligado a Ele e, por consequência, dar resultas.

Com efeito, essa pessoalidade traz um apelo mútuo: Jesus apela aos discípulos que permaneça com Ele e os discípulos assim o pedem também – a exemplo dos discípulos de Emaús. É próprio dos que mantêm o mínimo de intimidade é a permanência, a solidez da comunhão dos interesses.

O desejo de Jesus é que os seus, os seus vocacionados, estejam ligados ao seu amor, ao seu mandamento e na escuta da sua Palavra. Consequentemente, os discípulos, aqueles que respondem a vocação, querem ter a permanência de seu Senhor, seja pela oração, pela Palavra e pelos sacramentos, pois sabem que, sem Jesus, “nada podem fazer” (Jo 15,5c).

 

Sem. Edson Vitor – 4º ano de Teologia

Categorias
Destaques Diocese Vocação e Seminário

Seminaristas são instituídos ministros do acolitato e leitorado

No dia 6 de maio, Dom Edmilson Amador Caetano presidiu a Santa Missa no Seminário Diocesano Imaculada Conceição em comemoração ao Jubileu de Prata da entronização do ícone de Nossa Senhora das Vocações na Diocese. Na oportunidade, o nosso bispo conferiu os ministérios de leitor e acólito a oito seminaristas.

Os seminaristas Ailton Correia e Leonardo Lopes (3º ano de Teologia) receberam o ministério de leitor e os seminaristas Bruno Conti, Daniel Felipe, Edson Vitor, Guilherme Rodrigo, João Edson e Willian Silva receberam o ministério de acólito (4º ano de Teologia).

“O Acólito é instituído para ajudar o Diácono e para servir o Sacerdote. É sua função, portanto, cuidar do serviço do altar; auxiliar o Diácono e o Sacerdote nas ações litúrgicas, sobretudo na celebração da Missa; distribuir, como ministro extraordinário, a Sagrada Comunhão”, enquanto “o Leitor é instituído para a função que lhe é própria, de ler a palavra de Deus nas assembleias litúrgicas. Por isso mesmo, na Missa e nas demais ações sagradas, será ele a fazer as leituras da Sagrada Escritura” (Ad Pascendum, 7-8).

Rezemos pelas vocações de nossa Igreja para sejam perseverantes e fiel ao chamado que o Senhor realizou.

 

Edson Vitor – 4º ano de Teologia

 

Confira as fotos da celebração e festa das Vocações:

Festa de N. Sra das Vocações 2023
Categorias
Artigos Vocação e Seminário

25 ANOS DE GRAÇA EM NOSSO SEMINÁRIO

Este ano celebramos um momento muito especial em nossas vidas em nosso Seminário Diocesano Imaculada Conceição – o 25º aniversário da entronização do ícone de Nossa Senhora das Vocações.

Há 25 anos, a imagem de Nossa Senhora das Vocações foi trazida para nosso Seminário como um sinal de esperança e inspiração para aqueles que procuravam discernir sua vocação. Ao longo dos anos, essa imagem tornou-se um símbolo de fé e devoção para toda a Diocese de Guarulhos, lembrando-nos constantemente da importância de escutar a voz de Deus em nossas vidas e seguir o caminho que Ele nos chama a trilhar.

Olhamos para trás com gratidão pelos muitos frutos que Nossa Senhora tem produzido em nosso Seminário ao longo dos anos. Vimos muitos jovens responderem ao chamado de Deus para a vida sacerdotal, assim como muitos outros certamente  descobriram suas vocações na vida matrimonial, consagrada, profissional e de serviço à comunidade.

Neste ano especial, renovamos nosso compromisso de continuar a ouvir a voz de Deus em nossas vidas e seguir os caminhos que Ele nos chama a trilhar. Rezamos para que Nossa Senhora das Vocações continue a inspirar e guiar nosso Seminário nos próximos anos, à medida que procuramos discernir a vontade de Deus para nossas vidas.

Que Nossa Senhora das Vocações interceda por nós e nos ajude a sempre ouvir a voz de Deus e seguir os caminhos que Ele traça para nós.

Padre Francisco VelosoReitor do Seminário Diocesano

 

VIVA NOSSA SENHORA DAS VOCAÇÕES!

A devoção à Nossa Senhora das Vocações completa 25 anos de piedade e intercessão na Diocese de Guarulhos. É uma grande alegria celebrarmos essa data e realizar uma ação de graças por todo chamamento, sustento e santificação das vocações dadas pela mediação da Virgem das Vocações. Desde o advento de sua devoção até aos dias de hoje, é notável como que a presença de Nossa Senhora, juntamente com a fé e preces de inúmeros fiéis, foi determinante para o aumento do número de vocações sacerdotais em nossa Diocese.

Atualmente, o Seminário Diocesano Imaculada Conceição contém a presença de 14 seminaristas do estágio da Teologia; 6 do estágio da Filosofia; e 6 do estágio propedêutico. São, basicamente, 8 anos de formação para o desenvolvimento das dimensões espirituais, intelectuais, comunitárias e pastorais dos candidatos ao sacerdócio. Para a providência das vocações em Guarulhos, além da já mencionada oração, o Seminário conta com o projeto dos “Amigos do Seminário”, com a finalidade de auxiliar financeiramente as despesas que a formação exige e de se reunir em oração pelo amparo aos vocacionados sob a proteção da Virgem Maria.

Muitos são os motivos para celebrar esse ano jubilar de Nossa Senhora das Vocações em nossa Diocese. Convidamos a você a unir-se à essa corrente de oração pelas vocações. Nosso muito obrigado a cada prece e contribuição dada pelos diversos “Amigos e Zeladores do Seminário” que ao longo desses anos, pela intercessão da Mãe de Deus, colaboraram para o aumento e santificação do clero. Deus abençoe!

 

Edson Vitor – 4º ano de Teologia

 

Categorias
Artigos Vocação e Seminário

Ter o coração ardente e os pés a caminho com o Ressuscitado

A Igreja vive por esses dias a alegria da presença do Ressuscitado em seu meio. Em um dos mais belos relatos da Sagrada Escritura, temos o encontro de Jesus com os discípulos no caminho de Emaús. É dessa profunda experiência com o Cristo Ressuscitado que se extraiu o lema do 3º Ano Vocacional no Brasil: “Corações ardentes, pés a caminho (cf. Lc 24,32-33)”; e o tema: “Vocação: graça e missão”.

Os dois grandes elementos presentes em toda a identidade e compreensão do Ano Vocacional – o coração e os pés – trazem consigo significados singulares que nos permitem vivenciar mais plenamente a vocação que cada um foi chamado por Deus. Referenciando-se com o relato de Emaús, o coração simboliza o ardente escutar das palavras do Ressuscitado. De fato, quem faz a experiência com Jesus tem o coração tocado, transformado e santificado. Quem coloca-se no caminho da vocação tem o coração inflamado e seu sentido de vida plenificado pela comunhão com o Jesus Ressuscitado. Recorda-se também que o coração lembra a graça de Deus no vocacionado.

Por consequência, os pés colocam-se a caminho para anunciar, com uma vocação assumida, o encontro com o Cristo para aqueles que ainda não O conhecem. O vocacionado do Ressuscitado é aquele que, inflamado por seu amor, parte para anunciá-lo em um estado permanente de missão. Os pés ainda lembram a missão que cada vocacionado é chamado a ter.

Desejamos que o Ano Vocacional auxilie a cada pessoa a encontrar-se com Cristo e, no sincero discernimento de seu chamado, deixe seu coração arder e seus pés se porem a caminho, para que possasse fazer a experiência da sublime súplica a Deus: “Fica conosco, Senhor (Lc 24,29)”.

 

Edson Vitor – 4º ano de Teologia

Categorias
Artigos Vocação e Seminário

Como bem viver o 3º Ano Vocacional do Brasil?

A partir da Solenidade de Cristo Rei do Universo, em toda a Igreja no Brasil, iniciou-se o Ano Vocacional, com o tema “Vocação: Graça e Missão”. O objetivo da realizá-lo é “promover a cultura vocacional nas comunidades eclesiais, nas famílias e na sociedade, para que sejam ambientes favoráveis ao despertar de todas as vocações, como a graça e missão, a serviço do Reino de Deus”. O Ano Vocacional encerra-se na Solenidade de Cristo Rei de 2023. O que podemos nos perguntar é como viver bem esse ano dedicado às vocações?

Fundamentado no Texto-base, pode-se elencar alguns objetivos para o Ano Vocacional. Por exemplo, podemos refletir em nossas comunidades, em nossos grupos e até mesmo em nossas famílias o modo de como estão os acompanhamentos dos jovens na proximidade, compreensão e concepção de uma consciência vocacional. Ou, como podemos refletir sobre como estamos dedicando-nos à oração pelo estímulo e sustento das vocações.

Para responder essas e outras questões, talvez, em uma modesta sugestão, é aprofundar-nos, em primeiro lugar, no objetivo do próprio Ano Vocacional apresentado acima. Aqui, lista-se algumas inquietações que se pode trabalhar na realidade eclesial da qual estou inserido: como estou promovendo a cultura vocacional na minha comunidade? Como a estou promovendo em minha família ou na sociedade? O ambiente que pertenço é favorável para se despertar uma vocação? Eu incentivo todas as vocações na minha comunidade? Tenho e contribuo para o discernimento de que vocação é caminho de graça e missão?

Rogamos para que a vivência do Ano Vocacional nos encoraja a colocar a meditação e a experiência da vocação em nossas ações pastorais e cristãs. Possamos, sob a luz do Espírito, “estudar, refletir e dialogar sobre a questão vocacional, para, iluminados pela fé, traçar linhas comuns de ação, indo ao encontro de adolescentes e jovens, a fim de cooperar na realização de um caminho de discernimento vocacional”.

Um bom Ano Vocacional a todos!

 

Sem. Edson Vitor

4º ano de Teologia

Categorias
Destaques Diocese Vocação e Seminário

Admissão às Ordens Sacras e Ministérios de Leitor e Acólitos

No dia 04 de março, com imensa alegria que Silvio Santos Melo, Edson Souza, José Célio Higino e Augusto César Vieira dos Santos, receberam os Ministérios de Leitor e Acólito, juntamente com os seminaristas Felipe de Souza, Erick de Araújo e Luís Henrique foram Admitidos às Ordens Sacras.

O momento foi realizado no Seminário Imaculada Conceição e a Santa Missa foi presidida pelo Bispo Diocesano Dom Edmilson.

O Recebimento do Ministério de Leitor e Acólito é um rito que antecede a ordenação diaconal para diáconos permanentes.

A Admissão às Ordens Sacras para um seminarista é um dos primeiros momentos que antecedem a ordenação diaconal e presbiteral.

São Lourenço e São João Maria Vianney, rogai por nós!

 

Confira as fotos da celebração:

Admissão às Ordens Sacras e Ministérios de Leitor e Acólitos
Categorias
Destaques Diocese Vocação e Seminário

Vigília Quaresmal 2023

Com uma Vigília e Caminhada Vocacional organizada pelo SAV PV da Diocese na última sexta feira dia 24, o nosso Núcleo de Guarulhos iniciou a Peregrinação do Ícone do Ano Vocacional acompanhado pela Capelinha de Nossa Senhora das Vocações que nesse ano completa 25 anos de devoção em nossa Diocese.

A peregrinação iniciou com a Comunidade Católica Canaã Totus Tuus Maria e vai se estender ao longo do ano pelas comunidades religiosas, casas de formação e Seminários da Diocese.

Vigília Quaresmal 2023
Categorias
Destaques Diocese Vocação e Seminário

Acolhida de novos candidatos ao Seminário Propedêutico Santo Antônio

No último dia 08/02 foram acolhidos no Seminário Propedêutico Santo Antônio os novos candidatos que farão o percurso de estudos e discernimento neste ano de 2023.

Os novos propedeutas foram recebidos com seus familiares, e em seguida foram acolhidos pelo Bispo diocesano D. Edmilson que presidiu a primeira oração comunitária. Eis os nomes e as paróquias de proveniência:

João Roberto Braga – Paróquia Santa Mena

José Estevão Elias Fernandes – Paróquia São José

kaio Calvalcanti Dias – Paróquia N. Sra. de Fátima – Jd. Aracília

Rodrigo Andrade Santos – Paróquia N. Sra. de Guadalupe

Rodrigo Paulino Pereira da Silvia – Paróquia Santa Rita de Cássia – Jd. Cumbica

Yuri Figueira de Ornellas – Paróquia São José

Pedro Vinicius Marcon Aureliano – Paróquia São Francisco de Assis – Pq. das Nações

 

Seminário Propedêutico Santo Antônio

Categorias
Artigos Vocação e Seminário

Seguir a Jesus Cristo é uma graça!

Idealizada há exatos 15 anos, a Conferência Episcopal de Aparecida realizou um novo impulso pastoral em toda Igreja na América Latina e no Caribe. Desde a compreensão mais profunda de que somos discípulos e missionários até a configuração de uma comunidade eclesial que ultrapassa a vivência de uma pastoral de manutenção, Aparecida muito nos ensinou e ensina sobre o ser cristão em nossas ações pastorais ainda nos dias de hoje.

Se nos atentarmos, o Documento de Aparecida – a publicação em síntese das reflexões da Conferência –, no seu parágrafo 18, nos diz que, no respeito à vocação dos batizados, “conhecer a Jesus Cristo pela fé é nossa alegria; segui-lo é uma graça, e transmitir este tesouro aos demais é uma tarefa que o Senhor nos confiou ao nos chamar e nos escolher”. Nessa reflexão, podemos inferir que a alegria do cristão, daquele que é discípulo de Jesus, é anunciar e viver a Boa Nova.

Em uma sociedade de rápidos compartilhamentos, em que transmitimos e retransmitimos tantas informações, devemos perguntar como está o anúncio de Jesus Cristo na realidade em que estou inserido. Em consonância com Aparecida, a resposta a tal inquietação deve ser a de que, se todos somos chamados a sermos discípulos da verdade de Jesus, a alegria de ser cristão é uma consequência pelas profissões de fé e de caridade que prático própria da vocação a pertença a Cristo: seja no presencial ou no virtual, o nosso agir deve corresponder aos ensinamentos de Jesus e de sua Igreja.

Recordando, à exemplo, o tema do Viva a Vida 2022, “vocação é anunciar o amor”, e refletindo as inspirações de Aparecida, pode-se compreender que, uma vez respondido o chamado de Deus, os vocacionados são aqueles que vivem as mesmas qualidades do Senhor onde quer que estejam, seja ela as virtudes da misericórdia, da caridade, da fé, da humildade, da esperança ou das demais outras.

Dentro das incertezas que um novo ano possa apresentar, almejemos aqui o que é certo, respondendo o apelo de que, nos próximos meses, possamos viver a nossa vocação, anunciando o Amor com alegria àqueles que mais necessitam.

Feliz Ano Novo!

 

Sem. Edson Vitor

3º ano de Teologia

Categorias
Artigos Vocação e Seminário

2023: O terceiro Ano Vocacional no Brasil

É com grande alegria que do dia 20 de novembro de 2022 a 26 de novembro de 2023 se celebrará o terceiro Ano Vocacional da Igreja no Brasil. Tal iniciativa vide comemorar os 40 anos do primeiro ano temático dedicado à reflexão, oração e promoção das vocações no país. O tema para esse Ano Vocacional é “Vocação: Graça e Missão” – com inspiração no Documento Final do Sínodo dos Bispos sobre “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional” – e o lema é “Corações ardentes, pés a caminho” (Lc 24,32-33).

O subsídio preparatório para a vivência do Ano Vocacional indica que “‘vocação’ é iniciativa de Deus, é mistério, é graça, é experiência de encontro com Jesus, é fascínio e alegria, é assombro, é sensibilidade ao apelo, é inconformidade, é resposta pessoal, é envolvimento comunitário, é missão, é tarefa, é serviço, é disposição para o sacrifício, é entrega da vida, é coragem e determinação, é esperança e convicção firme, é testemunho de fé”. De fato, o chamado de Deus envolve todos esses aspectos: é graça, pois plenifica o homem; e é missão, pois nos impulsiona a anunciar essa mesma benevolência.

Nesse sentido, torna-se pertinente o lema escolhido para o Ano Vocacional, pois recorda os discípulos de Emaús e, assimilando à vida do vocacionado, tem o seu coração ardente ao escutar a Palavra do Ressuscitado e os pés que se colocam a caminho para anunciar o encontro com o Cristo.

“Desejamos que o Ano Vocacional ajude cada pessoa a acolher o chamado de Jesus como graça e seja uma oportunidade para que mais e mais corações ardam e que os pés se ponham a caminho, em saída missionária”, nos aponta o subsídio. Que possamos viver bem esse ano dedicado às vocações na Igreja no Brasil.

Aproveitamos a oportunidade para convidá-los para a abertura do Ano Vocacional em nossa Diocese. Será no dia 20 de novembro às 11h na Catedral Nossa Senhora da Conceição. Participe conosco desse importante momento!

 

Sem. Edson Vitor – 3º ano de teologia