Diocese de Guarulhos

SÃO PAULO - BRASIL

“O Senhor fez em mim maravilhas.” (Lc 1,49)

Pesquisar
Categorias
Catequese Destaques Diocese Pastorais

Encerramento da Escola da Catequese

Aconteceu no último sábado dia 16/12, a missa de Encerramento da Escola da Catequese. A missa foi celebrada por Dom Edmilson e o Diácono Márcio.

Estiveram presentes aproximadamente 80 catequistas na nossa diocese.

Confira algumas fotos do encerramento:

Encerramento da Escola da Catequese 2023
Categorias
Artigos Movimentos Diocesanos Pastorais

Combatendo os tentáculos do racismo à luz do Evangelho

A PAB, Pastoral Afro-brasileira de nossa Diocese, segue louvando a Deus com tambores como o salmista recita no Salmo 150. Os tambores rufaram dia 04 de novembro, quando Dom Zanoni Demettino Castro, arcebispo de Feira de Santana e bispo referencial da PAB Nacional, pousou em Guarulhos e fora acolhido pelos coordenadores de nossa pastoral. No dia seguinte, celebrou a missa de rito romano inculturado e adaptado ao estilo afro-brasileiro no Santuário Nacional de Aparecida, juntamente com outros padres concelebrantes, dos quais estava Valdocir Aparecido Raphael, padre assessor da PAB guarulhense.

No dia 11, houve celebração inculturada afro do grupo de base Filhos de São Benedito, realizada na Paróquia Sagrada Família do Carmela, e no dia seguinte, outra missa inculturada ocorreu na Paróquia Santo Alberto Magno e Nossa Senhora das Graças, organizada pelo grupo Filhos de Maria, animada pela banda Adiveroma e celebrada pelo Padre Pedro Nacélio. Ambas as missas já tradicionais nos calendários paroquiais.

Para finalizar os trabalhos no ano de 2023, no dia 20 de novembro, houve celebração inculturada afro na Igreja Nossa Senhora do Rosário Mãe dos Homens Pretos e São Benedito. Foi  celebrada pelo Padre Valdocir e animada por todos os grupos de base da Diocese, com presença de outros irmãos representando paróquias de nossa Diocese e de outras, como a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário da Penha. A data é simbólica para o povo negro brasileiro, sendo realizada na ocasião da memória dos 328 anos do martírio de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.

Na luta contra o racismo e seu poder de metamorfosear-se, a PAB, à luz do Evangelho e intercessão dos santos negros, segue seu papel de levar o amor e alegria onde existe o ódio.

Axé!

 

Por Ellen Oliveira e Orlando JuniorPastoral Afro-brasileira

Categorias
Destaques Diocese Movimentos Diocesanos Pastorais

Pastoral Carcerária realiza Santa Missa em Ação de Graças.

A Pastoral Carcerária da Diocese de Guarulhos realizou nesta sexta-feira, 8 de dezembro, missa em ação de graças na Paróquia São Paulo Apóstolo – Jd. São Paulo. A celebração eucarística foi presidida pelo padre Marcos Alves, assessor diocesano da PCr Guarulhos, e contou com a presença dos agentes da Pastoral Carcerária.

Em sua homília, padre Marcos destacou a vida de Santa Maria Imaculada Conceição, cuja data litúrgica é celebrada no dia de hoje. A Pastoral Carcerária sempre tenha como modelo de intercessão a Virgem Mãe, para que a ação pastoral, no cárcere, seja um sinal para “imacular” os corações arrependidos.

Após a santa missa, membros da pastoral foram acolhidos no salão paroquial para uma confraternização.

 

Fotos: Pascom São Paulo – Sarutaiá

Missa em Ação de Graças - Pastoral Carcerária
Categorias
Destaques Diocese Pastorais

Reunião de Planejamento da Pastoral Carcerária

A Pastoral Carcerária da nossa diocese esteve reunida com seus agentes para o planejamento das atividades pastorais para 2024.

O encontro foi conduzido pelo padre Marcos Alves, assessor diocesano da Pastoral Carcerária.

Houve também a partilha dos agentes de pastorais sobre a retomada das visitas e da atuação da Pastoral no mundo de cárcere.

Confira algumas fotos do encontro:

Categorias
Destaques Diocese Movimentos Diocesanos Pastorais

IAM – Infância e Adolescência Missionária promove Bate Latas

Com muita animação, crianças, adolescentes e assessores da IAM – Infância e Adolescência Missionária da nossa Diocese, participaram no dia 23/09 do já tradicional Bate Latas, que tem como objetivo, trazer visibilidade para a Obra e fortalecer a experiência missionária.

Músicas, orações, evangelização por meio de mensagens entregues as pessoas que encontramos no decorrer do percurso e muito barulho, feito com instrumentos confeccionados por eles com materiais recicláveis, mostraram a alegria das crianças e adolescentes em ser da IAM.

Ao final, fomos recebidos com muito carinho pelo Padre Tarcísio, pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, onde agradecemos a Deus por este momento e ainda recebemos um delicioso café da tarde, com direito a bolo em comemoração aos 180 anos da IAM.

Equipe Diocesana da IAM

Bate-Latas IAM
Categorias
Destaques Diocese Movimentos Diocesanos Pastorais

Santa Missa dos profissionais e agentes da Saúde

Aconteceu no dia 22 de setembro, no Hospital Maternidade JJM, a Santa Missa junto a alguns profissionais da Saúde, colaboradores, agentes da Pastoral da Saúde e demais fiéis.

A missa foi presidida pelo Pe. Thiago Ramos, capelão local e pároco da Paróquia Santa Mena.

Agradecemos à Diretoria e assistentes sociais pela oportunidade de celebrar como Pastoral da Saúde e de servir com alegria a tantos enfermos e necessitados de uma Palavra de vida e salvação.

Graça e Paz!

Pastoral da Saúde

Categorias
Destaques Diocese Pastorais

Congresso reúne integrantes da Pastoral Familiar em São Paulo

O XXI Congresso da Pastoral Familiar do Regional Sul I (São Paulo) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) teve início na última sexta-feira (15), no Mosteiro de Itaici, na cidade de Indaiatuba (SP). O tema central do evento foi “Amor em família: vocação e caminho de santidade” e o lema “Família, torna-te aquilo que és”. A abertura, com a celebração da Santa Missa, foi presidida por Dom João Inácio Muller, arcebispo da Arquidiocese de Campinas (SP). Antes disso, as equipes de cada diocese foram recebidas no Congresso.

No sábado (16), a Santa Missa foi presidida por Dom Frei João Bosco (bispo da Diocese de Osasco) e referencial da Pastoral Familiar do Regional Sul 1. Na sequência, foram realizadas uma série de palestras que transpassaram todos os setores da Pastoral Familiar: Acompanhar os primeiros anos de Matrimônio (Pe. José Eduardo de Oliveira e Silva – Diocese de Osasco); Igreja Doméstica – Opções familiares divergentes (Pe. Cleiton Silva – Diocese de Mogi das Cruzes); Jovens na Igreja e na Sociedade – (Pe. Silvio César da Silva – Arquidiocese de São Paulo); Família na era digital (Dra. Dorita Porto); Família torna-te o que tu és (Pe. Paulo César Gil – Arquidiocese de São Paulo).

Todas as palestras foram acompanhadas por testemunhos de famílias que contaram suas experiências e como, em família, superaram e estão superando as dificuldades. A programação do sábado foi encerrada com momento cultural.

No domingo (17), o Congresso iniciou com a oração das Laudes, e seguiu-se com mais duas palestras para encerrar o momento formativo: Promoção da Vida (Prof. Dr. Luís e Eneida Andrés Carmona); e Caminho de Santidade (irmã Adriana Barra – Servas de N. Sra da Alegria). O Congresso foi encerrado com a celebração da Santa Missa, presidida por Dom Jorge Pierozan, bispo Referencial da Pastoral Familiar do Sub-Regional São Paulo.

Ao final da celebração, o casal coordenador regional, Ataíde e Maria Ida, fez a leitura de uma carta de repudio à ADPF 442, sobre a liberação do aborto, e da carta de conclusão do Congresso, firmando o compromisso dos agentes em defesa da vida e da família. O casal também anunciou a Diocese de Aparecida como sede da 22ª edição do Congresso, em 2026.

Trabalhos

Durante todo o congresso foram apresentados vídeos mostrando alguns trabalhos das sete sub-regiões que compõem o Regional Sul 1 (Aparecida, Botucatu, Campinas, Ribeirão Preto 1), Ribeirão Preto 2 (RP2), Sorocaba e São Paulo. Diversos movimentos e serviços que atuam com famílias e que estavam presentes também mostraram suas ações aos participantes. São eles: Comunidade Canto de Maria, Comunidade Famílias Novas do Imaculado Coração de Maria, CENPLAFAM, Encontro de Casais com Cristo (ECC), Equipes de Nossa Senhora, Encontro Matrimonial Mundial e Perdas e Viuvez (Grupo Fica Conosco Senhor). Por fim, em uma sala quadros-vivos, foi contada a história da Pastoral Familiar em São Paulo desde a década de 1970.

A Diocese de Guarulhos se fez presente com cerca de 28 agentes da pastoral e contamos também com a presença do Padre Berardo Graz, grande defensor da Vida e da Família.

Fonte: Portal vidaefamilia.org.br

Confira AQUI a Carta de Conclusão do Congresso.

Confira algumas fotos do Congresso:

XXI Congresso da Pastoral Familiar do Regional Sul I
Categorias
Destaques Diocese Movimentos Diocesanos Pastorais

I Encontro Diocesano de Educadores

No dia 15 de setembro, aconteceu no CDP, Centro Diocesano de Pastoral, o Primeiro Encontro Diocesano de Educadores realizado pela Pastoral da Educação contando com a presença de vários educadores da nossa Diocese. O encontro foi presidido pelo diácono permanente, Daniel Lopes, assessor Diocesano da Pastoral.

Foi uma noite de acolhimento, apresentação da Pastoral da Educação e escuta dos profissionais de educação de nossa Diocese, com momentos de reflexão em que nossa Igreja mostrou sua proximidade aos desafios presentes nas diversas áreas do universo educativo e escolar.

A igreja tem uma imensa gratidão ao trabalho tão valioso de nossos Educadores, não só nas demandas de aprendizagens, mas, sobretudo, porque no exercício de suas funções, são os Educadores que acolhem, escutam, evangelizam e salvam vidas.

Confira algumas fotos do encontro:

I Encontro Diocesano de Educadores
Categorias
Destaques Diocese Pastorais

Santa Missa marca abertura da Semana Nacional da Família na Diocese

Aconteceu no último dia 12 de agosto, a Missa de Abertura Diocesana da Semana Nacional da Família, evento que marca a Semana da Família em todo território nacional em comunhão com a CNBB.

Com a presença das famílias representantes das foranias da Diocese, paróquias e com celebração do Padre Jonas Barbosa, assessor da pastoral familiar na Diocese. a celebração aconteceu na Forania Imaculada, onde o Santuário São Judas Tadeu acolheu a todos os representantes da Diocese para dar início a esta semana de oração e comunhão com todo o Brasil em favor das Famílias.

Concelebraram com o Padre Jonas os padres: Welson, reitor do Santuário São Judas Tadeu e Berardo, juntamente com os diáconos permanentes Márcio Eduardo e Jair Antonio, na ocasião a celebração não foi realizada por Dom Edmilson, como fora anunciado, por conta de compromisso de visita pastoral em outra comunidade.

 

Confira as fotos da celebração:

Abertura Diocesana da Semana Nacional da Família 2023
Categorias
Artigos Movimentos Diocesanos Pastorais

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO POR OCASIÃO DO III DIA MUNDIAL DOS AVÓS E DOS IDOSOS

XVI Domingo do Tempo Comum – 23 de julho de 2023

 

«De geração em geração, a sua misericórdia» (cf. Lc 1, 50)

 

Queridos irmãos e irmãs!

«De geração em geração, a sua misericórdia» (cf. Lc 1, 50): assim reza o tema do III Dia Mundial dos Avós e dos Idosos. O tema leva-nos a um encontro abençoado: o encontro entre Maria, jovem, e sua parente Isabel, idosa (cf. Lc 1, 39-56). Esta, cheia de Espírito Santo, dirige à Mãe de Deus palavras que, dois milénios depois, cadenciam a nossa oração diária: «Bendita és Tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre» (1, 42). E o Espírito Santo, que já tinha descido sobre Maria, sugere-Lhe como resposta o Magnificat, onde proclama que a misericórdia do Senhor se estende de geração em geração. O Espírito Santo abençoa e acompanha todo o encontro fecundo entre gerações diversas, entre avós e netos, entre jovens e idosos. De facto, Deus quer que os jovens, como fez Maria com Isabel, alegrem os corações dos anciãos e extraiam sabedoria das suas experiências. Mas o primeiro desejo do Senhor é que não deixemos sozinhos os idosos, que não os abandonemos à margem da vida, como hoje, infelizmente, acontece com demasiada frequência.

Neste ano, regista-se uma proximidade estupenda entre a celebração do Dia Mundial dos Avós e dos Idosos e a Jornada Mundial da Juventude; no tema de ambas, sobressai a «pressa» de Maria (cf. 1, 39) quando visita Isabel, levando-nos assim a refletir sobre a ligação entre jovens e idosos. O Senhor espera que os jovens, ao encontrar os idosos, acolham o apelo a guardar as memórias e reconheçam, graças a eles, o dom de pertencerem a uma história maior. A amizade duma pessoa idosa ajuda o jovem a não cingir a vida ao presente e a lembrar-se que nem tudo depende das suas capacidades. Por sua vez, aos mais velhos, a presença dum jovem abre à esperança de que não se perderá tudo aquilo que viveram e se vão realizar os seus sonhos. Em resumo, a visita de Maria a Isabel e a consciência de que a misericórdia do Senhor se transmite duma geração à outra mostram que não podemos avançar – nem salvar-nos – sozinhos, e que a intervenção de Deus se manifesta sempre no conjunto, na história dum povo. É precisamente Maria quem no-lo diz no Magnificat, alegrando-Se em Deus, que, fiel à promessa feita a Abraão (cf. 1, 51-55), realizou maravilhas novas e surpreendentes.

Para melhor captar o estilo do agir de Deus, recordemos que o tempo deve ser vivido em plenitude, porque as realidades maiores e os sonhos mais belos não acontecem num instante, mas através dum crescimento e duma maturação: em caminho, em diálogo, no relacionamento. Ora, quem se concentra apenas no imediato, nas próprias vantagens que se hão de conseguir rápida e sofregamente, no «tudo e já», perde de vista o agir de Deus. Diversamente, o seu projeto de amor atravessa o passado, o presente e o futuro, abraça e põe em ligação as gerações. É um projeto que nos ultrapassa a nós mesmos, mas no qual cada um de nós é importante e, sobretudo, é chamado a ir mais além. Para os mais jovens, trata-se de ir mais além do imediato em que nos confina a realidade virtual, que muitas vezes nos desvia da atividade concreta; para os mais velhos, trata-se de não se deterem no debilitar-se das forças nem no lamento pelas ocasiões perdidas. Olhemos para a frente! Deixemo-nos plasmar pela graça de Deus, que, de geração em geração, nos liberta do imobilismo no agir e das lamúrias voltadas para o passado!

No encontro entre Maria e Isabel, entre jovens e idosos, Deus dá-nos o seu futuro. Na realidade, o caminho de Maria e o acolhimento de Isabel abrem as portas à manifestação da salvação: através do seu abraço, a misericórdia irrompe, com alegre mansidão, na história humana. Por isso, quero convidar cada um a pensar naquele encontro; mais ainda, a fechar os olhos e imaginar, como numa foto instantânea, aquele abraço entre a jovem Mãe de Deus e a mãe idosa de São João Batista; representá-lo na mente e visualizá-lo no coração, para o fixar na alma como um luminoso ícone interior.

E convido depois a passar da imaginação à vida concreta, fazendo algo para abraçar os avós e os idosos. Não os deixemos sozinhos; é preciosa a sua presença nas famílias e nas comunidades: dá-nos a noção de partilhar a mesma herança e de fazer parte dum povo em que se preservam as raízes. Sim! São os idosos que nos transmitem a pertença ao santo Povo de Deus. A Igreja e de igual modo a sociedade precisam deles. É que os idosos entregam ao presente um passado necessário para construir o futuro. Honremo-los, não nos privemos da sua companhia nem os privemos da nossa. Não permitamos que sejam descartados.

O Dia Mundial dos Avós e dos Idosos pretende ser um pequeno e delicado sinal de esperança para eles e para a Igreja inteira. Por isso renovo o meu convite a todos – dioceses, paróquias, associações, comunidades – para o celebrarem, colocando no centro a alegria transbordante dum renovado encontro entre jovens e idosos. A vós, jovens, que estais a preparar-vos para partir para Lisboa ou que vivereis a Jornada Mundial da Juventude na própria localidade, quero dizer: antes de sair para a viagem, ide visitar os vossos avós, fazei uma visita a um idoso sozinho. A sua oração proteger-vos-á e levareis no coração a bênção daquele encontro. A vós, idosos, peço para acompanhardes com a oração os jovens que estão prestes a celebrar a JMJ. Aqueles jovens são a resposta de Deus aos vossos pedidos, o fruto daquilo que semeastes, o sinal de que Deus não abandona o seu povo, mas sempre o rejuvenesce com a criatividade do Espírito Santo.

Queridos avós, queridos irmãos e irmãs idosos, chegue até vós a bênção do abraço entre Maria e Isabel, e encha de paz os vossos corações. Com afeto, vos abençoo. E vós, por favor, rezai por mim.

Roma – São João de Latrão, na Festa da Visitação da Virgem Santa Maria, 31 de maio de 2023.

FRANCISCO