Diocese de Guarulhos

SÃO PAULO - BRASIL

“O Senhor fez em mim maravilhas.” (Lc 1,49)

XI Assembleia Diocesana – “O Senhor fez em nós maravilhas” (Lc 1,49)

Amados Diocesanos, abaixo temos as prioridades escolhidas na Assembleia diocesana realizada em 12 de março de 2022.

Bendito Seja Deus!

PILAR DA PALAVRA: INICIAÇÃO CRISTÃ E ANIMAÇÃO BÍBLICA DA VIDA E DA PASTORAL

  1. Assumir o caminho de iniciação à vida cristã, de inspiração catecumenal, com a necessária reformulação da estrutura paroquial, catequética e litúrgica;
  2. Revisar, a partir dos desafios do mundo urbano, o dinamismo das comunidades eclesiais missionárias, possibilitando que o anúncio de Jesus Cristo transforme pessoa, famílias, ambientes, instituições e estruturas sociais;

 

PILAR DO PÃO: LITURGIA E ESPIRITUALIDADE

  1. Valorizar a pastoral litúrgica: canto litúrgico, o espaço sagrado e tudo que diz respeito ao belo serviço da vida espiritual (incentivar a comunhão entre as pastorais da liturgia, da catequese, da cultura e da arte sacra);
  2. Resgatar a centralidade do Domingo como Dia do Senhor por meio da participação na Missa dominical ou, faltando essa, na Celebração da Palavra (é importante que a comunidade não deixe de se reunir para celebrar o Dia do Senhor);
  3. 03. Priorizar o sacramento da Penitência junto a Pastoral da Escuta.

 

PILAR DA CARIDADE: A SERVIÇO DA VIDA

  1. A ação pastoral junto às famílias e jovens deve estar presente em todas as comunidades, fortalecendo e esclarecendo a defesa da vida humana, desde a fecundação até a morte natural.
  2. Encorajar o laicato a continuar o empenho apostólico, inspirado na Doutrina Social da Igreja, pela transformação da realidade (política partidária, pastorais sociais, mundo da educação, conselhos de direitos, elaboração e acompanhamento de políticas públicas, o cuidado da natureza);

 

PILAR DA AÇÃO MISSIONÁRIA: ESTADO PERMANENTE DE MISSÃO

  1. 01. Investir em comunidades que se autocompreendam como missionárias, em estado permanente de missão, indo além de uma pastoral de manutenção. Anúncio explícito da pessoa de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, e se abrindo a uma autêntica conversão pastoral.
  2. Valorizar as pastorais e movimentos que já atuam nos espaços missionários: os hospitais, as escolas e as universidades, o mundo da cultura e das ciências, os presídios e outros lugares de detenção;

Roguemos a Virgem Maria, Mãe de Deus e nossa, Mãe da providência, para que interceda por nós. E que estejamos abertos a ação do Espírito Santo em nossa ação pastoral. Coragem!

 

Pe. Marcelo Dias Soares – Coordenador Diocesano de Pastoral

OUTRAS NOTÍCIAS