Diocese de Guarulhos

SÃO PAULO - BRASIL

“O Senhor fez em mim maravilhas.” (Lc 1,49)

Pastoral da Sobriedade: por uma Igreja em saída e inclusiva

Pastoral da Sobriedade: por uma Igreja em saída e inclusiva

Nos dias 29 a 31 de julho, a Pastoral da Sobriedade da Diocese de Guarulhos, participou do Curso de Formação e Capacitação, juntamente com algumas dioceses do Regional Sul 1. O evento aconteceu na Paróquia Senhor Santo Cristo, na Cidade Tiradentes, São Paulo, e a missa de abertura foi presidida pelo assessor diocesano, o Padre Lucas Gobbo, que exortou a todos os agentes a permanecerem firmes na fé, falando da importância da formação e do engajamento de todos.

Considerando que 25% da nossa população, direta ou indiretamente, têm casos de drogas, onde nesse número, adolescentes carregam consigo, em média, quatro outras pessoas, chamadas de codependentes, seja da família ou amigos, a Pastoral da Sobriedade capacita agentes e mantem uma ação pastoral conjunta que busca a integração entre todas as Pastorais, Movimentos, Comunidades Terapêuticas Parceiras, Casas de Recuperação para, através da pedagogia de Jesus-Libertador, resgatar e reinserir os excluídos, propondo uma mudança de vida através da conversão.

A Pastoral da Sobriedade é fruto do Espírito Santo, onde Dom Irineu Danelon e os Bispos do Brasil, na 36ª Assembleia, em Itaici/1998, profeticamente e com a certeza de defender a vida – “Vida plena e em abundância” Jo 10,10 – a proposta de Jesus Cristo – corajosamente aprovaram a criação desta pastoral para que em nossa Igreja tivesse uma ação concreta e organizada com 5 frentes de atuação: Prevenção, Intervenção, Reinserção familiar e social e Atuação Política. Essa prevenção e recuperação dos dependentes químicos e de seus familiares, acontece através dos Grupos de Autoajuda, através de reuniões semanais vivenciando os 12 Passos da Pastoral da Sobriedade – Admitir, Confiar, Entregar, Arrepender-se, Confessar, Renascer, Reparar, Processar a Fé, Orar e Vigiar, Servir, Celebrar e Festejar – num modelo sistêmico da psicologia, fundamentados e baseados no Evangelho e na doutrina da Igreja, promovendo a vida, com uma atuação qualificada de agentes de pastoral em resposta a um problema social, dirigida pelos pastores (bispos, padres, diáconos, religiosos (as) e em comunhão com toda a doutrina da Igreja.

A Diocese de Guarulhos atualmente conta com sete GAAPS (Grupos de Autoajuda da Pastoral da Sobriedade) ativos e outros doze grupos instalados, mas inativos, e essa formação, como outras que acontecem, foi muito importante pois o agente da Pastoral da Sobriedade deve estar aberto ao diálogo, disponível para o serviço e em sobriedade, sendo testemunha viva em sua comunidade e participar de todo o projeto paroquial e jamais agir isoladamente, tendo presente que o primeiro motivador e coordenador na paróquia é o padre, junto com o CPP (Conselho de Pastoral Paroquial). É uma pastoral muito bem definida, estruturada e reconhecida pela Santa Sé, implantada sempre com aprovação do Conselho Pastoral, em concordância com o pároco, composta por, no mínimo, 4 agentes de pastoral qualificados e as reuniões têm sigilos absolutos e mantidos em Atas que são monitoradas pela Coordenação Diocesana, Regional e Nacional.

A Pastoral da Sobriedade também acolhe outros tipos de dependência como compulsões, vícios e manias que muitas vezes atrapalham e tiram a liberdade e a autoestima individual. Para conhecer mais sobre a Pastoral da Sobriedade visite o site http://www.sobriedade.org.br/

Sobriedade e paz! Só por hoje, graças a Deus!

 

Claudinei Dias

Candidato aprovado ao Diaconato Permanente

NOTÍCIAS E ARTIGOS

Provisão de Administrador Paroquial

Provisão 002/2022 Nós, Dom Edmilson Amador Caetano, O. Cist., por Mercê de Deus e da Santa Sé Apostólica, Bispo Diocesano de Guarulhos, Considerando o Cân.