Diocese de Guarulhos

SÃO PAULO - BRASIL

“O Senhor fez em mim maravilhas.” (Lc 1,49)

Pesquisar

“Jesus, fazei o nosso Coração semelhante ao Vosso”

Queridos irmãos e irmãs, o tema de capa deste mês é o Sagrado Coração de Jesus, por isso é importante saber que: “a devoção ao Sagrado Coração de Jesus é muito antiga.

Alguns estudiosos indicam que ela surgiu com São João Evangelista, em dois momentos distintos: ao recostar-se no peito do Cristo durante a última ceia (cf. Jo 13,23) e ao testemunhar a lança perfurando o coração de seu Mestre na cruz, do qual jorrou sangue e água (cf. Jo 19,34). Contudo, essa espiritualidade se difundiu especialmente no século XVII, com Santa Margarida Maria Alacoque. À monja do Mosteiro da Visitação, na França, Jesus apareceu três vezes entre 1673 e 1675. Em uma destas ocasiões, disse à religiosa: “Vede Margarida, o coração que tanto amou o mundo e que recebe tanto desprezo”. Então, Santa Margarida Maria Alacoque se dedicou a propagar essa devoção, para reparar os pecados cometidos contra o Sagrado Coração de Jesus. A data foi instituída, em 1856, pelo Papa Pio IX, quase duzentos anos após as aparições. A Solenidade se dá sempre na segunda sexta-feira após Corpus Christi.

O Sagrado Coração de Jesus é retratado de acordo com a visão mística que a santa francesa teve. Nela, ela vislumbrou Jesus com Seu coração para fora do peito, com a chaga aberta pela lança, dilatado, coroado por espinhos e queimando de amor. Também há o ícone da cruz, que representa o sacrifício de Cristo pela humanidade.” Uma das saudações mais preciosas desta devoção é: Jesus manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao vosso. Ter o coração semelhante ao de Jesus é celebrar o jubileu de 2025 com o título A esperança não decepciona, como mensagem papal e motivada por Dom Edmilson.

É colocar-se a serviço do irmão com alegria e amor na vida em comunidade na Igreja e fora dela também, seja colaborando nas diversas formas celebrativas e pastorais, seja com o gesto maravilhoso de um país que se une, através da compaixão, para ajudar a população do Rio Grande do Sul. É utilizar os recursos da tecnologia e seus avanços com Sabedoria, pois afirma o Papa Francisco em sua mensagem para o 58º Dia Mundial das Comunicações Sociais de 2024: “O coração, entendido biblicamente como sede da liberdade e das decisões mais importantes da vida, é símbolo de integridade e de unidade, mas evoca também os afetos, os desejos, os sonhos, e sobretudo é o lugar interior do encontro com Deus. Por isso a sabedoria do coração é a virtude que nos permite combinar o todo com as partes, as decisões com as suas consequências, as grandezas com as fragilidades, o passado com o futuro, o eu com o nós.

Esta sabedoria do coração deixa-se encontrar por quem a busca e deixa-se ver a quem a ama; antecipa-se a quem a deseja e vai à procura de quem é digno dela (cf. Sab 6,12-16). Está com quem aceita conselho (cf. Pr 13,10), com quem tem um coração dócil, um coração que escuta (cf. 1 Re 3,9).

É um dom do Espírito Santo, que permite ver as coisas com os olhos de Deus, compreender as interligações, as situações, os acontecimentos e descobrir o seu sentido. Sem esta sabedoria, a existência torna-se insípida, pois é precisamente a sabedoria que dá gosto à vida.”

Peçamos ao Senhor, nesta solenidade do Sagrado Coração de Jesus, que sejamos seus instrumentos para testemunhar ao mundo que somos peregrinos de Esperança com um coração semelhante ao de Jesus.

Desejo excelente leitura a todos e não esqueça de curtir, comentar e compartilhar.

 

Pe. Marcos Vinicius Clementino

Jornalista e Diretor Geral

NOTÍCIAS E ARTIGOS

A MONARQUIA UNIDA I: SAUL

≈1030 – 1010 a.C. (1 Sm 7,2 – 15, 31. 18-31) Israel viveu sob o regime da Confederação das Tribos por quase 200 anos (1230