Diocese de Guarulhos

SÃO PAULO - BRASIL

“O Senhor fez em mim maravilhas.” (Lc 1,49)

Pesquisar

Buscar a sabedoria do Coração

Queridos irmãos e irmãs, a Virgem Maria, Mãe de Jesus “conservava a lembrança de todos os fatos em seu coração” (cf. Lc 2,51), tornando-se modelo perfeito de busca da verdadeira sabedoria do coração. Essa busca da sabedoria, o Papa Francisco, ressalta como fundamental em sua mensagem para o 58º Dia Mundial das Comunicações Sociais, diante dos enormes desafios propostos pelo avanço da tecnologia, declarando que: “Neste tempo que corre o risco de ser rico em técnica e pobre em humanidade, a nossa reflexão só pode partir do coração humano. Somente dotando-nos dum olhar espiritual, apenas recuperando uma sabedoria do coração é que poderemos ler e interpretar a novidade do nosso tempo e descobrir o caminho para uma comunicação plenamente humana.

O coração, entendido biblicamente como sede da liberdade e das decisões mais importantes da vida, é símbolo de integridade e de unidade, mas evoca também os afetos, os desejos, os sonhos, e sobretudo é o lugar interior do encontro com Deus. Por isso a sabedoria do coração é a virtude que nos permite combinar o todo com as partes, as decisões com as suas consequências, as grandezas com as fragilidades, o passado com o futuro, o eu com o nós. Esta sabedoria do coração deixa-se encontrar por quem a busca e deixa-se ver a quem a ama; antecipa-se a quem a deseja e vai à procura de quem é digno dela (cf. Sab 6,12-16). Está com quem aceita conselho (cf. Pr 13,10), com quem tem um coração dócil, um coração que escuta (cf. 1 Re 3,9). É um dom do Espírito Santo, que permite ver as coisas com os olhos de Deus, compreender as interligações, as situações, os acontecimentos e descobrir o seu sentido. Sem esta sabedoria, a existência torna-se insípida, pois é precisamente a sabedoria que dá gosto à vida.”

Outros apelos concretos desta busca da sabedoria do coração encontram-se nesta edição como no artigo de Dom Edmilson, sobre acolher de coração aberto a dinâmica da oração; na advertência do psicólogo Romildo sobre as mães adotivas na missão de salvar uma criança, que seja verdadeiramente de coração, e na adesão ao dízimo, como ressalta o Padre Ítalo: ser dizimista é abrir o coração.

Parabenizamos, de todo coração, aos seminaristas aprovados para a ordenação diaconal e desejamos que sejam diáconos conforme o coração de Deus. Que pela intercessão de Nossa Senhora, mãe da Igreja, possamos acolher de coração as mensagens da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil ao povo brasileiro e aos cristãos católicos.

A todas as mães nossas orações e fraterno abraço.

Boa leitura!

 

Pe. Marcos Vinicius Clementino

Jornalista e Diretor Geral

NOTÍCIAS E ARTIGOS

A Páscoa é nossa vocação

Queridos irmãos e irmãs, como diz o apóstolo Paulo, “Aquele que vos chamou é fiel” (1Tm 5,24), e aqui estamos, em mais uma Páscoa, onde