Vocação à Vida Religiosa Consagrada Franciscana

É isto que eu quero, é isto que eu procuro, é isto que eu desejo fazer do íntimo do coração”. (1 Celano 8,22 – Fontes Franciscanas)

Vocação Religiosa Consagrada é um chamado de Deus, e que espera uma resposta. Ao sentirem o chamado deixam tudo e colocam-se inteiramente a serviço Reino.

O seu grande amor a Deus se reverte num grande amor ao próximo, especialmente aos mais pequeninos, com os quais Jesus se identificou, dedicando-se assim a cuidar das crianças, dos pobres, dos jovens, dos doentes, dos velhinhos, dos desamparados, entre outras minorias.

Responder a Vida Religiosa é estar disponível para se separar das coisas que são do mundo e que são contra o projeto do amor de Deus; é ter capacidade e vontade de viver em fraternidade.
Para responder a esse chamado há alguns passos formativos a serem dados a exemplo de São Francisco no seguimento de Jesus Cristo:

Acompanhamento pela equipe de Animação Vocacional, onde a jovem busca conhecer o modo de ser e viver das Irmãs, no nosso caso o modo de ser das Irmãs Paroquiais de São Francisco.

Ao se identificar com a Congregação a jovem ingressa no Aspirantado para uma vivência mais de perto da espiritualidade e carisma da Congregação; a seguir vem o Postulantado – tempo de um maior conhecer-se e deixar-se conhecer.

Com o Noviciado a jovem passa a ser chamada de Irmã, é o tempo de confronto consigo mesma e os valores da Vida Religiosa Consagrada Franciscana.

Dados esses passos a jovem faz a sua profissão religiosa pelos votos de Pobreza, Castidade e obediência, iniciando assim o Juniorato momento de experiência e vivência da sua Consagração a Deus.

Mas como a vida é um eterno aprendizado também na Vida Religiosa somos chamadas a uma constante busca e reavivamento de nossa Consagração pela Formação Permanente.

Assim a Formação Inicial e Permanente deve atingir em profundidade a totalidade da Jovem e Irmã, de tal modo que cada uma de suas atitudes ou gestos possa revelar a sua pertença total e feliz a Deus, uma vez que o objetivo da Vida Consagrada consiste na configuração com o Senhor. Trata-se de um itinerário de progressiva assimilação de Jesus Cristo em relação ao Pai e em relação os irmãos e irmãs a exemplo de Francisco e Clara de Assis.

O pai Francisco tornou-se assim um mestre no Seguimento de Jesus. De imediato despertou o fascínio de muitas pessoas e atraiu muitos discípulos e discípulas, entre as quais, Santa Clara. A exemplo de Francisco, também queremos chegar ao cimo da montanha da perfeição do amor.

Irmã Iria Guarda Lara – Irmãs Paroquiais de São Francisco

Compartilhe:
Facebook
TWITTER
YOUTUBE
Instagram

Comments are closed.