Pastoral da Criança realiza Assembleia Anual

Com o tema “O pobre, o excluído sentar- se a mesa da fraternidade é nossa responsabilidade”  e ancorados na Campanha da Fraternidade que conclamou a repensarmos sobre o Planeta como uma Casa Comum , a coordenação diocesana da Pastoral da Criança junto as coordenadoras dos ramos e capacitadoras desta pastoral , estiveram reunidas nos dias 13 e 14 de maio refletindo sobre a grande importância de nosso cuidado no dia a dia com o meio ambiente. Estiveram presentes no encontro representantes da Secretaria do Meio Ambiente e Serviços Públicos que através de uma bela exposição sobre os caminhos dos resíduos até o descarte final orientaram os participantes de maneira lúdica a perceber com um certo impacto, o quanto nosso planeta está sofrendo pela falta de consciência e cuidados que devemos ter com nosso planeta. Através de representantes da Secretaria do trabalho foi possível conhecer algumas iniciativas sobre economia solidária.

A Palavra do papa sobre a encíclica Laudato Si (Louvado sejas meu Senhor) foi abordada com maestria pelo prof. Daniel, destacando nossa responsabilidade pela nossa mãe terra. “Deus criou o céu, a terra e tudo que nela existe. E viu que tudo era bom” (Gn 1). Foram dias de formação, descontração até com a apresentação de cães da Polícia Militar.

Na Assembleia anual há o momento de relatarmos o que fizemos durante o ano que se passou e as 6 áreas, apresentaram as atividades com criatividade, alegria e esperança , pois a missão é exigente, mas a caminhada não se faz isolado. Tivemos dança circular, que para quem não conhece pode achar que é apenas uma brincadeira de criança, mas explica Maria Vilma, que a  é uma poderosa prática de bem estar e desenvolvimento pessoal, para dentro da roda se traz sempre o respeito a Terra, ao Divino, aos povos e culturas diversas. A espiritualidade do encontrou merece destaque e ajudou a confirmar a missão dos agentes da pastoral da criança: defender a vida e como Jesus entrar nas casas, levando paz, alegria sem jamais deixar de pedir a graça ao Espírito Santo de cuidar de nossa casa que somos nós, onde habita o Espírito Santo. O padre Gildarte, assessor da Pastoral da Criança, presidiu a celebração eucaristica  e motivou a viver a missão.

Ligia Fonseca – Pastoral da Criança

 

Compartilhe:
Facebook
TWITTER
YOUTUBE
Instagram

Comments are closed.