Seminário Cultural Afro-Brasileira e 33 anos de Sacerdócio do Padre Valdocir

No dia 19 de outubro, o padre Valdocir Aparecido Raphael completou 33 anos de ordenação sacerdotal, e a PAB (Pastoral Afro Brasileira), realizou nas Irmãs Paroquiais de São Francisco, o Seminário Afro, com acolhida do grupo de base Filhos de São Benedito. A temática foi a negritude brasileira, com uma análise de conjuntura do processo histórico da escravidão e a ilação em decorrência dela nos dias atuais, e contou com presença da vereadora Janete Pietá.

O padre Valdocir foi o prólogo, trazendo o processo da escravidão desde o translado do continente africano até a abolição. A colaboração da irmã Renata Pereira, das irmãs Paulinas, foi apresentar a vida e missão religiosa de padre Victor, o 1° sacerdote negro do Brasil, através de um documentário dirigido e produzido por ela. O grupo de base Herdeiros de Nhá Chica, proferiu sobre o processo de apropriação cultural e os negros assassinados pelas forças de segurança do Estado, e por fim, o coordenador diocesano Francis Vieira, trouxe uma ruminação sobre a discrepância entre brancos e negros do âmbito social. 

Regozijo a linda missão do padre Valdocir e reflexão, somados as cores e alegria dessa pastoral, foram a atmosfera do Seminário. 

Por Orlando Junior

Grupo Herdeiros de Nhá Chica – PAB – Pimentas

Seminário Cultural Afro-Brasileira e 33 anos de Sacerdócio do Padre Valdocir

Comments are closed.