Diocese realiza Semana de Formação sobre o Documento 105 da CNBB

“Em um mundo globalizado, somos chamados a assumir o nosso papel de sujeito eclesial; Impulsionados pela força do Espirito Santo é possível transformar a nossa realidade e a do mundo”.

Entre os dias 25 e 28 de Julho, a Diocese de Guarulhos realizou sua Semana de Formação. Neste ano, foi estudado o Documento 105 da CNBB, que trata sobre o laicato e sua presença e importância no seio da Igreja.

A formação, foi realizada nas 5 Foranias (Rosário, Fátima, Aparecida, Imaculada e Bonsucesso – dividida em dois pontos de formação – ) e contou com a presença de inúmeros fiéis, padres, seminaristas, religiosos e religiosas, interessados em aprofundar o estudo do laicato.

Na primeira noite de formação, foi tratado a cerca do mundo globalizado e as tentações da missão, passando pelos parágrafos 66 à 90 do documento, a fim de entender o cristão como sujeito consciente e presença ativa num mundo de sistemas globais, dominado pela lógica individualista. Dentro desta lógica, o cristão é chamado a ser sal da terra e luz do mundo, discernindo o bem do mal e superando as tentações com a força do Evangelho.

Na segunda noite, a identidade e a eclesialidade do cristão como povo de Deus foi o tema abordado (parágrafos 91 à 118 do documento 105). Nesta noite, os participantes puderam entender o papel do leigo como sujeito e membro ativo do povo de Deus, conferido através do sacerdócio comum, por meio do Batismo. É através da iniciação cristã, que o batizado encontra e desempenha seu papel na igreja, realizando sua missão evangélica, tendo Maria como modelo.

Na terceira noite, os formadores trabalharam com a temática “Cristão leigo, sujeito eclesial” (parágrafos 119 a 135 e 168 à 200, do documento 105). Nesta temática, à luz do Julgar, os presentes puderam compreender o chamado aos cristãos leigos, para serem verdadeiramente sal e luz no mundo, assumindo papel transformador na realidade da Igreja. Também puderam lançar novo olhar sobre a missão desempenhada pelos leigos, que, em comunhão e apoiados pelos pastores, ajudam a promover a unidade na diversidade.

Por fim, na Sexta Feira, aconteceu a ultima noite de formação, onde, à luz do Agir, foi trabalhada a temática dos âmbitos da comunhão e atuação do leigo, passando pelos parágrafos 136 a 167 e 241 a 273, do documento. Nesta noite, os presentes puderam estudar e debater a compreensão da missão dos leigos, na célula familiar, na comunidade e na sociedade, ou seja, nos âmbitos de atuação do leigo no mundo globalizado.

 

“Os leigos estão onde os sacerdotes não conseguem chegar” (Diácono Fábio Lima, 2º dia da SDF).

“O mundo sempre será desafiador e ser cristão no mundo é sinônimo disto, desafios constantes, para tanto, é preciso fé e coragem.  Devemos transformar o mundo não sermos transformados por ele” (Padre Cesar, 4º dia da SDF).

Clique aqui e faça o download do subsídio

 

CRONOGRAMA DAS APRESENTAÇÕES

DIA 25/07 – VER – Mundo Globalizado – Discernimentos Necessários – Tentações da Missão

Clique aqui e acesse os Slides da Formacão do 1º dia

 

DIA 26/07 – JULGAR (parte I) – Eclesiologia e Identidade da Vocação Laical

Clique aqui e acesse os Slides da Formação do 2º dia

 

DIA 27/07 – JULGAR (parte II) – O cristão leigo como sujeito eclesioal – Ser Igreja

Clique aqui e acesse os Slides da Formação do 3º dia

 

DIA 28/07 – AGIR – Âmbitos de comunhão e atuação do leigo

Clique aqui e acesse os Slides da Formação do 4º dia

 

 

 

Fotos do 1º Dia da Formação

Fotos do 2º Dia da Formação

Fotos do 3º Dia da Formação

Fotos do 4º Dia da Formação

Categories: Diocese,Notícias

Comments are closed.