III Congresso Missionário Diocesano

No dia 29 de Setembro, aconteceu o 3º Congresso Diocesano Missionário, no Santuário Nossa Senhora do Bonsucesso, promovido pelo Conselho Missionário Diocesano – COMIDI, com o tema “Batizados e enviados a serem testemunhas de Jesus Cristo na cidade” e lema “…sereis minhas testemunhas” – (At. 1, 8).

A mesa foi composta por nosso Bispo, Dom Edmilson, por Padre Hechilly de Brito Timóteo (Pároco da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe e Assessor Diocesano do COMIDI), pela Coordenadora do COMIDI, Ivete Tada e pelo convidado especial: Dom Walmor Oliveira de Azevedo, Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, que conferiu de forma objetiva e cativante o tema sugerido pelos coordenadores do Congresso.  O encontro foi marcado pela presença de padres de várias paróquias, de nossos seminaristas que hoje compõem o Conselho Missionário de Seminaristas – COMISE, pelos integrantes do Conselho Missionário Regional – COMIRE, pelos coordenadores diocesanos da Infância e Adolescência Missionária – IAM e pelos leigos e leigas das paróquias que compõem as cinco foranias de nossa Diocese.

A palavra inicial ficou por conta de Dom Edmilson, que com uma calorosa e fraterna acolhida, levou a todos os presentes a certeza de que temos que contemplar a nossa realidade com o verdadeiro olhar de discípulos missionários e fortaleceu o lema “…sereis minhas testemunhas”, através da leitura da passagem de Atos dos Apóstolos, momento que impulsionou a participação de todos de maneira bastante concreta.

Na sequência, os convidados puderam apreciar as palavras do Arcebispo de Belo Horizonte, a respeito de nossa missão diante os obstáculos presenciados em nossa cidade e puderam ouvir os exemplos concretos de sucesso que foram colocados em prática como missão na capital mineira.

O Arcebispo divulgou também pistas e estratégias para que os leigos e leigas de nossa Diocese possam evangelizar a nossa cidade de maneira eficaz e possam seguir em frente, produzindo frutos na missionariedade cristã. Deixou claro que a Igreja de Jesus Cristo sempre foi e continua sendo chamada a ser missionária; proporcionou a todos uma reflexão maior sobre o que é ser verdadeiramente missionário em uma cidade como Guarulhos, que traz crescentes mudanças com o excessivo número de condomínios e comunidades periféricas; citou a importância das paróquias em se adequarem à tecnologia no processo de evangelização e de ampliar a perspectiva missionária diante às ferramentas tecnológicas, pois é nítido o crescimento de usuários de aparelhos celulares.

Também evidenciou o quanto precisamos prestar serviços com qualidade ressaltando que tal qualidade não depende apenas do conteúdo teórico, mas também de um testemunho verdadeiramente debruçado diante aqueles que estão caídos. Dom Walmor relatou que a missão pressupõe principalmente a qualidade no testemunho, o reconhecimento e o mapeamento da realidade dos destinatários de nossa missão.

Ao mostrar-nos tudo isso, o Arcebispo disse que os leigos e leigas precisam urgentemente sair da plataforma de Adão, que é limitada e, entrar na plataforma de Cristo, que segue sempre em frente, que é verdadeira, se relaciona bem com os outros, é misericordiosa e tem a força testemunhal na missão, elencando a certeza de que apenas o Espírito Santo nos faz sair da plataforma do comodismo, para isso é urgente que a oração faça parte de nosso cotidiano.

Após as palavras do bispo mineiro, a assembleia contou com a apresentação dos seminaristas de nossa diocese, que trouxeram de volta para a nossa cidade o COMISE – (Conselho Missionário de Seminaristas) e contou também com a presença dos membros do COMIRE – (Conselho Missionário Regional), que, juntos aos membros da IAM (Infância e Adolescência Missionária), mostraram a todos a preocupação de nossa diocese em colaborar com os destinatários viventes na Amazônia e em Pemba, cidade de Moçambique. Os leigos e leigas puderam conhecer melhor o Projeto Amazônia e o Projeto Pemba e conheceram os padres e leigos que partiram em missão na evangelização dos povos desses lugares.

O Espírito Santo nos chama à responsabilidade para com o mundo, com a missão de salvá-lo.  Pensando dessa maneira, aconteceu, no final da tarde, a Missa de Envio à missão que temos pela frente, que é a de testemunhar a vida de Jesus Cristo através do anúncio de sua palavra.

Que todos os leigos e leigas que compõem as paróquias de nossa Diocese possam no Mês Missionário colocar em prática sua ação cristã resgatando a beleza que existe dentro de cada um, deixando de lado o comodismo e executando uma missão que contribua para que aconteça cada vez mais atitudes cristãs e uma interação entre a fé e a vida.

Que todos os leigos e leigas possam proclamar a palavra no contexto orante, pois agindo assim, estamos fazendo sob a mesma luz daqueles que a escreveram.

“Não deixemos assorear a fonte, que nosso rio seja caudaloso e firme na caminhada”! (Dom Walmor Oliveira de Azevedo – Arcebispo de Belo Horizonte) 

III Congresso Missionário Diocesano

Categories: Destaques,Diocese

Comments are closed.