Dom Edmilson preside missa em honra à São Bento

  No dia 11 de Julho, a Catedral Imaculada Conceição acolheu a Santa Missa Solene em honra à São Bento, abade e  pai da vida monástica. A liturgia foi presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Edmilson e concelebrada por Pe. Antonio Bosco, Vigário Geral da Diocese e Pe. Fernando Gonçalves, Vigário da Paróquia Santa Mena.
  A memória de São Bento também se faz presente na vida e ministério de Dom Edmilson, visto que o prelado pertence à Ordem dos Cistercienses, ramificação da Ordem Beneditina, onde atuou em inúmeras funções, dentre elas o ministério de Abade de Nossa Senhora de São Bernardo, até 2008, quando foi nomeado Bispo de Barretos, por Papa Bento XVI.
  O movimento cisterciense foi promovido, em 1098, por Roberto de Champagne, abade de Molesme na Borgonha, seguido por um grupo de vinte e um monges que haviam abandonado o seu mosteiro para realizar plenamente o ideal de vida proposto por São Bento.
O Abade Roberto escolhe como nova sede o lugar solitário chamado Cistercium (Cister, o qual deu a denominação, posterior, de Cistercienses), hoje Cister, e em absoluta solidão instaurou com os co-irmãos um teor de vida, de oração, em espírito de pobreza e na ascese de um duro trabalho manual, restabelecendo o são equilíbrio entre oração e trabalho.
  Os monges cistercienses contribuíram profundamente na obra de civilização cristã da Europa com as suas fundações, com as obras de colonização, com técnicas avançadas em agricultura e no exercício das várias indústrias. Eles semearam com mãos cheios os benefícios da caridade sobre a população que vivia à sombra dos seus mosteiros com a realização de hospitais, asilos e obras de caridade. Contribuíram muito para o avanço da classe rural na Idade Média.
Confira os registros:
Missa em honra à São Bento - 11/07/2019
Please follow and like us:

Comments are closed.