24º Grito dos Excluídos

No feriado de 7 de Setembro, aconteceu na Praça Getúlio Vargas, no centro de Guarulhos, a 24ª edição do Grito dos Excluídos, que trouxe como tema “Vida em primeiro lugar”, e como lema “Desigualdade gera violência: basta de privilégios”.

A concentração e Santa Missa foram organizadas pelas Pastorais Sociais de nossa Diocese e contaram com a participação de  movimentos e pastorais  da igreja: Cáritas, Vicentinos, Pastoral do Povo de Rua, entre outros.

A Santa Missa foi presidida por Dom Edmilson e concelebrada por Pe. Tarcisio (Vigário Episcopal  para as Pastorais Sociais), Pe. Valdocir (Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Cocaia), Pe. Luiz Brito (Paróquia São João Batista), Pe. Frizzo, Pe. Paulão e Diácono Jonas Barbosa (ambos da Paróquia São José – Jardim Paulista).

Em sua homilia, Dom Edmilson disse:

“A maneira do cristão gritar tem que ter uma mística, a mística não pode faltar. Tem muita gente gritando, nas praças, na televisão, nas propagandas  eleitorais, mas para nós o que nos identifica hoje neste grito dos excluídos, é a maneira como nós gritamos, é a nossa identidade, é aquilo que nós buscamos, buscamos sim, ser uma comunidade que serve, ser uma comunidade que está a serviço.  É nesta mística que somos chamados a viver, a caminhar, a rezar e a “lutar” pela nossa Pátria.”

24º Grito dos Excluídos

Comments are closed.